quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

,

TURQUIA - Mini Relato de Viagem


A escolha da Turquia foi ao acaso, resolvi ficar 34 dias no país e passei em apenas 2 cidades diferente da viagem de 2015. A Turquia foi o primeiro país da minha viagem de 8 meses pela Ásia, fiz novas amizades e tive a oportunidade de rever amigos.

Istambul (10 Dias)
 
Os dois primeiros dias eu fiquei em hostel ruim demais na região de Gálata, a coisa boa que explorei legal a área. Aproveite para ler o relato completo de Istambul.
Após fui minha primeira casa e foram 4 dias com um casal super simpático onde somente ela falava inglês, mas em nenhum momento isto foi um problema. Super atenciosos em todos os momentos. Depois fiquei com um Brasileira na região de Gálata até o final antes d viajar para Bursa.
Istambul é incrível, revisitei alguns lugares e conheci tantos outros em 10 dias, prometendo voltar pois a cidade é uma das minhas favoritas do mundo.
Antes de seguir para Bursa conheci meu próximo host ainda em Istambul, onde ganhei uma carona em um Audi A4, nas retas a 220Km/h e nas curvas a 180Km/h.


Bursa (2 Dias)

A cidade é bem fraca se comparada com as outras na Turquia, mas tem sua atração pois a primeira capital do império otomano. Visitei um museu de carros antigos e novos, mesquitas, o bazar, um mausoléu entre outras atrações.
A parte ruim foi o calor de 38 Graus algumas horas do dia, depois de sofrer com tanto frio na Polônia meses antes, alguns dias torrando no sol foram suficientes para eu ficar bem bronzeado, cuidado ao viajar em setembro.
Fiquei com um casal muito gente fina também, sempre com muita comida especialmente no café da manhã, prometi voltar um dia para reencontrá-los.


Izmir (7 Dias)

Em 2015 fiquei apenas 1 dia, agora desta vez fiquei 7 dia. Quando postei no mural do couchsurfing que estava indo, surgiram muitas ofertas.
A primeira aceitei para uma cidade próxima chamada Gaziemir onde conheci uma mulher muito simpática onde fizemos muitas coisas juntos, super engraçada ela.
A segunda oferta também com uma menina, agora perto do centro de Izmir, eu também não sou besta né minha gente, mas combinando beleza com simpatia foi suficiente para comprovar que a Turquia é um país super hospitaleiro também. Até gravamos uma música juntos. Em nenhum momento fiquei sozinho em Izmir, e quando me perguntam como é viajar sozinho, respondia que só pegava o avião, ônibus ou trem sozinho.


 Denizli (3 Dias)

Mais famosa por estar perto de Pamukkale, todo mundo vai lá para ver a tal formação, eu já conhecia e não cheguei a entrar. Fui para reencontrar minhas amigas de 2015 e conhecer gente nova.
Fizemos várias atividades como comer muitas vezes, beber chá muitas vezes, andar de bondinho, brincar com patos, ir no parque, tomar café várias vezes, jogar pebolim, sinuca e comer novamente.
A comunicação não foi muito fácil sem um sorriso e linguagem corporal, afinal ninguém é obrigado a falar inglês, principalmente que nasce na Turquia ou Brasil, para variar tudo deu muito certo e fiz a promessa de voltar, claro que irei isto um dia.


Capadócia (5 Dias)

Aqui teve anfitrião também, um cara hippie bem doidão que me deixou ficar no hostel dele de boas, então por que não aproveitar a Capadócia da melhor maneira? Andando até não sentir mais as pernas, resultando belas imagens.
Também foi preciso acordar bem cedo tipo com 0 grau para ver balões voando, e no outro dia com -2, haja coragem mesmo.
Eu não poderia deixar de comentar da minha nova amiga na cidade, uma cachorrinha muito amável. Para mim foi perfeito combinar digamos estar sozinho em um lugar que inspira qualquer um.


Ancara (5 Dias)

Pense em uma capital sem nada, se chama Ancara. Mas tem uma coisa boa nela, pessoas sensacionais, a minha primeira host que me salvou na última hora.
Existe algumas atrações como o mausoléu do Ataturk, que foi o líder da revolução Turca, mesquitas, e um centro caótico e entupido de gente para todos os lados, definitivamente não vá para fazer turismo.
Minha segunda host foi ótima também, fomos juntos a um museu de brinquedos que salvou Ancara junto com o castelo, que por sinal fui uma loira muita engraçada, eu perguntava toda hora se ela não estava mentindo, pois se parecia com uma Russa que falava Turco.

Falei um monte mas você vai estar perguntando cadê a Turquia nesta viagem? Fazia algum tempo que eu já tinha mudado meu estilo de viajar, onde pessoas são mais importantes que lugares. Claro que não vou deixar de ir nas atrações, mas para e pense o quanto uma viagem pode mudar se você faz novos amigos e vive bons momentos.
Um ponto turístico você poderá ver a qualquer hora, amigos nem sempre.
Em 2015 tinha visto praticamente tudo e um pouco mais em apenas 11 dias, agora nesta viagem levei muito mais tempo e consegui realmente aproveitar para valer.

Não estou falando que você deve fazer igual, só pense comigo o quanto é mais proveitoso fazer uma viagem neste estilo. É gratificante saber que tudo deu certo, fiz novas amizades para a vida com a oportunidade de voltar mais uma vez.


🔴 REDES SOCIAIS 🔴
✅ FACEBOOK - https://goo.gl/ImCxnH
✅ GOOGLE PLUS - https://goo.gl/VWWAIH
✅ INSTAGRAM - https://goo.gl/Dhr0To

✅ YOUTUBE - https://goo.gl/t7psfL
#turkey
Compartilhe:  

0 comentários:

Postar um comentário